Procedimentos cirúrgicos:


O corpo clínico do ICB tem aperfeiçoamento em:

Cirurgia vídeo-laparoscopica (diagnóstica e cirúrgica) e histeroscopia (diagnóstica e cirúrgica)

Diagnóstico, tratamento cirúrgico e acompanhamento em ginecologia oncológica.

Os seguintes são alguns dos procedimentos cirúrgicos que realizamos em nossas pacientes, a depender da indicação médica:

Histeroscopia diagnóstica: Procedimento no qual, através de uma câmera endoscópica se visualiza o colo uterino e o interior da cavidade uterina, indicado no diagnóstico de espessamento endometrial, pólipos, miomas submucosos, entre outros;

Histeroscopia cirúrgica: Procedimento no qual, através de uma câmera endoscópica e de alças diatérmicas especialmente desenvolvidas para este fim, se visualiza e se tem a possibilidade de diagnosticar e/ou tratar o espessamento endometrial, pólipos, miomas submucosos, entre outros. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Vídeo-laparoscopia diagnóstica: Realizada através da introdução de trocárteres especialmente desenvolvidos para este fim, possibilita a visualização e o diagnóstico de patologias do aparelho genital feminino como endometriose, cistos ou tumores benignos ou malignos. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Vídeo-laparoscopia cirúrgica: É a vídeo-laparoscopia realizada com o intuito terapêutico, ou seja, de realizar o tratamento cirúrgico de problemas ginecológicos já diagnosticados, como tumores ovarianos, endometriose, miomas, gestação ectópica, dentre outros. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Histerectomia: (Retirada do útero) via vaginal, abdominal ou vaginal assistida por vídeo-laparoscopia. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Cirurgias para diagnóstico e tratamento de cistos e tumores ovarianos, via laparotômica ou vídeo-laparoscópica. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Cirurgia para o tratamento de lesões precursoras do câncer do colo do útero, como por exemplo NIC II (NIC 2) ou NIC III (NIC 3) através de cirurgia de alta frequência (CAF - a qual pode ser realizada a nível ambulatorial a depender do diagnóstico), ou de conização clássica (em centro cirúrgico);

Cirurgia para o tratamento do câncer do colo do útero (Cirurgia de Wertheim-Meigs). Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Cirurgia para o diagnóstico, estadiamento e tratamento do câncer de endométrio (câncer do corpo uterino). Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

Cirurgia para o diagnóstico, estadiamento e tratamento do câncer de ovário. Envolve procedimento anestésico e é realizada em centro cirúrgico;

O bem-estar da paciente é, em última instância, o objetivo fundamental de uma indicação cirúrgica. Esta é uma decisão que envolve a paciente e seu médico, sendo individualizada caso a caso na dependência do diagnóstico, estadiamento, possibilidades terapêuticas, relação custo-benefício e condições clínicas da paciente.

Em casos de diagnósticos de câncer a cirurgia pode não ser o tratamento definitivo, por vezes é necessário complemento terapêutico com químio e/ou radioterapia, o que deve ser avaliado individualmente caso a caso.

Para maiores informações entre em contato com o ICB!

* Verifique a elegibilidade e cobertura do seu plano, antes de marcar consulta ou procedimento.